Os Tripes do Brasil
Identificação, Informações, Novidades

Danothrips trifasciatus

Danothrips trifasciatus Sakimura, 1975: 125.

Referência original: Sakimura K (1975) Danothrips trifasciatus new species, and collection notes on the Hawaiian species of Danothrips and Chaetanaphothrips (Thysanoptera: Thripidae). Proceedings of the Hawaiian Entomological Society 22: 125–132.

 

Família

Thripidae, Thripinae

 

Informações sobre nomenclatura

http://thrips.info/wiki/Danothrips_trifasciatus

 

Diagnose

Corpo amarelo; segmento antenal VI castanho nos dois terços apicais; asas anteriores claras com áreas castanhas na base e medialmente, e uma área levemente escurecida sub-apicalmente. Antena com 8 segmentos, III & IV com cones sensoriais bifurcados incomumente longos. Cabeça tão larga quanto longa, com apenas dois pares de cerdas ocelares. Pronoto sem esculturação, com dois pares de cerdas posteroangulares curtas, quatro pares de cerdas posteromarginais. Metanoto com linhas transversais de esculturação, par de cerdas medianas localizado próximo ao centro do esclerito. Meso e metafurcas com espínula fracamente desenvolvida ou ausente. Asas anteriores delgadas, primeira e segunda fileiras com cerdas esparsas. Tergitos com linhas de esculturação medialmente; craspeda ausente; espiráculos no tergito VIII com áreas diminutas de esculturação granulada em seu entorno. Esternitos com três pares de cerdas marginais, par mediano no esternito VII localizado na margem. Fêmea e macho macrópteros.

 

Macho menor, tergito IX com dois pares de cerdas robustas, parecidas com espinhos, entre as quais se localiza uma fileira dupla de pequenos tubérculos; esternitos sem placas porosas.

 

Variação intraespecífica

Sem registro.

 

Informações do gênero e espécies similares

Este gênero oriental possui dez espécies. São similares em aparência a espécies de Chaetanaphothrips, mas não possuem uma área de esculturação especializada se estendendo anteromedialmente dos espiráculos no tergito VIII. D. trifasciatus é a única espécie desse gênero registrada nas Américas.

 

Distribuição no mundo

Descrita do Havaí, foi registrada na Austrália, Brasil, Caribe, Estados Unidos e Sumatra.

 

Distribuição no Brasil*

São Paulo.

*Dados da literatura e dos autores

 

História de vida

Registrada vivendo em folhas e frutos jovens de diversas plantas, incluindo Anthurium sp. (Araceae), Citrus paradisi (Rutaceae), Musa sp. (Musaceae).

 

Importância econômica

Essa espécie foi coletada em associação com danos a bananeiras no Caribe, e danos a Calophyllum brasiliense (Clusiaceae) no Brasil.

 

Referências sugeridas

Bhatti JS (1980) Revision of Danothrips, with descrip­tions of two new species (Thysanoptera: Thripidae). Journal of Natural History 14: 547–558.

Mound LA & Marullo R (1996) The Thrips of Central and South America: An Introduction. Memoirs on Entomology, International 6: 1–488.

Sakimura K (1975) Danothrips trifasciatus new species, and collection notes on the Hawaiian species of Danothrips and Chaetanaphothrips (Thysanoptera: Thripidae). Proceedings of the Hawaiian Entomological Society 22: 125–132.

Thomazini M & Lima EFB (2014) Occurrence and damages of Danothrips trifasciatus (Thysanoptera: Thripidae) on Calophyllum brasiliense (Clusiaceae) in Brazil. Revista Brasileira de Entomologia 58: 302–304.


Publicado em: 27/12/2016
Postado por: Adriano

Galeria de fotos:

Atendimento


Brasil, Rio Grande do Sul, Rio Grande

Campus Carreiros: Av. Itália km 8

Bairro Carreiros



(51) 9812-37076


cavalleri_adriano@yahoo.com.br

Curta nossa Fan Page

Thysanoptera © Todos Direitos Reservados 2022

Facebook Instagram Linkedin

Hostche - Criação de Sites